• Inicio
  • Sobre
  • Contato
  • Parceria
  • Midia Kit
  • Vídeos
  • 21 agosto 2011

    Sobre cintos

    Tá aí um assunto de que a gente quase não fala. Mas não é porque a gente não goste ou não use, é que o cinto, tadinho, do mesmo jeito que fica esquecido no guarda-roupa das clientes, acabou ficando meio que esquecido por aqui também. Acontece que entre tantos outros acessórios que enfeitam mais, o cinto meio que fica em segundo lugar. É ou não é!?! Bobagem, viu, gente! O cinto é um acessório super poderoso porque ele consegue mudar o caimento de uma roupa e pode enfeitar muito, sim.
    Daí que a gente resolveu dar uma passada em todas as dúvidas que cinto pode dar em relação à silhueta pra ficar tudo bem explicadinho. Dá uma olhada:
    largo ou fino?
    O cinto fino (ou médio) é mais fácil de dar certo em todas as silhuetas, quase não tem restrição. Já o cinto largo acaba “escondendo” uma boa parte do torso e por isso acaba encurtando. Então mulheres que tem muito seio ou que se sentem maiores na parte de cima não vão se sentir bem com o cinto largo, porque ele vai acabar dando a sensação de tronco mais largo e de seios maiores.
    na cintura ou no quadril?
    Cintos usados na cintura são bons pra definir essa parte do corpo e acabam aproximando a blusa ou vestido e dando a sensação de silhueta mais feminina, sabe!?! Por isso ficam melhores com peças de roupa mais soltinhas, nem que seja um pouquinho. As mulheres que são maiores na parte de baixo da silhueta tem que tomar cuidado pra que a blusa não seja num tecido muito estruturado, porque na hora dela colocar o cinto por cima da blusa, marcando cintura, a blusa pode acabar formando um “sino” bem na região do quadril e daí aumenta! Já quem tem a parte de cima maior também tem tomar cuidado pra blusa ou vestido não inflar na região dos seios.
    Cintos usando no quadril são melhores pra que não tem muito quadril e pra quem tem o torso mais curto, porque o cinto lá embaixo acaba meio que deslocando a cintura pra região do quadril e alongando o torso.
    discreto ou chamativo?
    Os modelos mais discretos, de couro, liso, sem textura em tons neutros (como marrom, preto ou bege) servem quando tem alguma função, tipo acinturar um vestido soltinho ou segurar uma calça que está mais larguinha ou arrematar um cós quando a blusa está sendo usada por dentro. Mas só… Esses cintos muito discretinhos não funcionam pra enfeitar. Já os texturizados (os de cobra são super atuais), coloridos, com aplicações, etc são acessórios decorativos e podem render vários pontos na hora de fazer o teste dos 10 pontos!
    e a fivela?
    Funciona mais ou menos como no parágrafo de cima: a fivela super discreta nem conta, e a fivela decorada, de metal, colorida, com aplicações em formas interessantes funciona como um acessório. Só tem que tomar cuidado com cintos chamativos que tem fivelas chamativas. Daí pode ser que fique demais, né!?!
    cintos de elástico!
    Vale um parágrafo só pra falar de cintos de elático, porque eles são os nossos favoritos! O mesmo cinto pode ser usado na cintura ou no quadril e acaba “vestindo” melhor a cintura, sem deixar sobrinhas nos cantos, sabe!?! O cinto de elástico pode ser colorido e ter a fivela mais discretinha ou pode ser mais neutro e ter uma power fivela (a gente AMA). E tem uns cintos muito legais que são feitos de pedacinhos de couro com elástico por baixo e dão aparência de cinto de couro, mas vestem como cinto de elástico!
    Beijos 

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Obrigada por comentar!
    Irei ler o seu comentário com todo amor!